No último dia 20 de outubro tive a honra de participar do XVI Congresso de Educação Ciência e Tecnologia (CONECTE), evento realizado pela UNILINS.

Quando recebi o convite para ministrar uma palestra neste evento, onde o público-alvo são alunos da graduação em Bacharelado em Sistemas de Informação e Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas da Unilins e Fatec/Lins, pensei em levar um tema que despertasse o interesse dos alunos através de um conteúdo prático e objetivo.

Nos últimos meses venho explorando o campo de estudo da inteligência artificial e aprendizagem de máquinas, através do programa de mestrado em Ciência da Computação – UNESP (aluno especial) e também através do IBM Academic Initiative, uma iniciativa global da IBM que, em parceria com o Centro Paula Souza (onde trabalho atualmente), visa capacitar os docentes desta instituição para conduzir pesquisa e desenvolvimento de projetos em salas de aula baseado nas soluções IBM.

Por causa das novas tecnologias de computação, o aprendizado de máquina de hoje não é como o aprendizado de máquina do passado. Enquanto muitos algoritmos de machine learning estiveram por aí por bastante tempo, a capacidade de aplicar automaticamente cálculos matemáticos complexos a big data – cada vez mais e cada vez mais rápido – é um desenvolvimento recente (SAS, 2015).

Nos últimos anos, enormes avanços foram alcançados no campo da computação cognitiva (termo cunhado pela IBM, que ao se apoiar no conceito de inteligência artificial e aprendizagem de máquinas), contudo esta tecnologia ainda está em sua fase embrionária, considerando o enorme potencial que tem para mudar radicalmente a forma que vivemos neste planeta, pois promete expandir nossa capacidade de resolver os problemas mais complexos da nossa era (RODRIGUES; F. S.,2015).

Em resumo, preparei a palestra “Computação Cognitiva: conceitos e aplicações”, na qual apresento os principais conceitos a respeito da Computação Cognitiva, seu funcionamento e suas reais aplicações em nosso cotidiano, com base na solução IBM Watson.

Confira o material utilizado na condução da palestra (PDF) e as respectivas referências em
http://www.slideshare.net/DiegoCavalca/computacao-cognitiva-conceitos-e-aplicacoes.

Referências:
SAS. Machine Learning – O que é e por que é importante?, 2015. Disponível em: <http://www.sas.com/pt_br/insights/analytics/machine-learning.html/>. Acesso em: 19 de out. 2015.

RODRIGUES, Fábio Scopeta. Por que Precisamos de Máquinas que Pensam?, 2015. Disponível em: <https://www.linkedin.com/pulse/20141207202326-1101029-por-que-precisamos-de-máquinas-que-pensam/>. Acesso em: 16 de out. 2015.